Bem-vindo!

Prezado Colaborador, Seguidor ou Visitante, seja bem-vindo!
Este é mais um canal para prosseguirmos com nossa luta por melhores condições no transporte ferroviário do Rio de Janeiro. Sinta-se à vontade para realizar comentários nos posts do blog e nos enviar sugestões.
Contamos com a sua contribuição.

Saudações, Equipe do TrensUrbanosRJ.
E-mail: trensurbanosrj@gmail.com

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Metrô implanta operação especial no feriado de Finados

Reprodução do Site R7


Durante o feriado do Dia de Finados, nesta quarta-feira (2), o MetrôRio vai operar das 7h às 23h, com transferência na estação Estácio entre as linhas 1 e 2.

Os ônibus Metrô na Superfície, que saem das estações Botafogo e Ipanema/General Osório em direção à Gávea, funcionarão seguindo o mesmo horário de 7h as 23h, já adotado normalmente em domingos e feriados.

As linhas de integração expressas também circulam com o mesmo esquema de horário do metrô no período, com exceção das linhas 913 e 616, que saem da estação Nova América/ Del Castilho para o Fundão e não circulam nos feriados e finais de semana.

Na quinta-feira (03), o MetrôRio volta a operar de 5h à meia-noite, com a Linha 2 de Pavuna a Botafogo.


‘Governo vai assumir mais risco para ter trem-bala’ (Entrevista) - ESTADO DE SÃO PAULO

‘Governo vai assumir mais risco para ter trem-bala’ (Entrevista) - ESTADO DE SÃO PAULO:


Ramal Japeri apresentou problemas hoje pela manhã

Hoje por volta das 7:20h ocorreu problemas na circulação dos trens no ramal Japeri, na Baixada Fluminense, nesta segunda-feira. Os intervalos tornaram-se irregulares, após uma parada de 45 minutos com uma das composições.
De acordo com a Supervia, um trem teve problema operacional às 6h, quando fazia o trajeto Central (Rio de Janeiro) – Japeri (Baixada Fluminense). A composição prosseguiu viagem às 6h45.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Supervia - Burlagem dos constantes atrasos

Se você vai descer em Madureira, por exemplo, e está na Central do Brasil, olha para o painel (monitor onde havia informações dos horários) e pergunta: Qual é o próximo trem que irá sair? Com certeza não terá a resposta, pois vários ramais servem para você, como o Deodoro, Santa Cruz, Japeri, Nova Iguaçu, Campo Grande e Bangu ou você tem que estar com o panfleto explicativo dos horários (imagem baixo), entender tudo que está no panfleto e saber os horários dos últimos trens que saíram, pois a base agora é intervalo médio. Enfim, praticamente impossível você ter certeza de algo, pois ainda tem o detalhe de ser "intervalo médio". É difícil assim, não acha? Não há horário na Central do Brasil para estes ramais. O cliente (passageiro) que paga a passagem, pois não é de graça, tem que escolher no "unidunitê" e contar com a sorte para que a escolha feita seja a primeira a sair da Central do Brasil. É uma vergonha, pura e simples jogada Jurídica/Marketeira para burlar as frequentes acusações de atraso. Infelizmente é a população, "refém" de todo o sistema, que depende deste tipo de transporte, quem "paga o pato".
 

Supervia no dia-a-dia com seus usuários!

Reprodução do Blog do Amilton Xavier (@interamil). Foi publicado em 28/09/2011.

Supervia no dia-a-dia com seus usuários!:







Mais um dia como outro qualquer e mais uma vez um trem mega-lotado da SuperVia enguiça deixando centenas de passageiros literalmente a pé! E pior, todos tem que esperar chegar um outro trem também lotado para tentar entrar e depois se espremer ao máximo dentro do vagão. As mulheres sofrem muito com isso. Os homens usam a força bruta e se "ajeitam", já as mulheres tem aguentar.

Infelizmente isso ocorre com frequência! Os trens quebram com uma facilidade incrível! A SuperVia me parece que não está nem aí. Como não temos outra opção de transporte, somos obrigados a utilizar tal serviço.

Amilton Xavier Jr.
SoInforma.blogspot.com
soinforma@gmail.com

SuperVia - Na via do descaso!

Reprodução do Blog do Amilton Xavier (@interamil)

SuperVia - Na via do descaso!: Supervia, na via do dane-se!



A Supervia que deveria ser uma empresa para prestar serviços a população através do trem e recentemente também através do teleférico instalado no Complexo do Alemão aqui no Rio, na verdade só tem decepcionado! Diariamente são trens que enguiçam, atrasam, deixam de seguir viagem porque o ar condicionado parou de funcionar, descarrilam, são apedrejados durante a viagem, circulam com as portas abertas, etc etc etc... sem contar com a super-hiper-mega lotação que se você levantar o pé, vai ter que continuar o resto da viagem num pé só porque não vai consegui colocá-lo no “chão” novamente.

Basta fazer a seguinte pergunta a qualquer usuário dos trens: “ Como foi sua viagem hoje?” ou então: “O trem veio bem? Estava confortável” A resposta será sempre a mesma: “ Foi terrível!” ou então: “xiii, trem lotado, devagar e ainda avariou!'

Curioso é que a supervia tem como slogan “Conforto+Pontualidade+Segurança” que na verdade deveria ser: “Desconforto, Atraso e Insegurança”.

Eu, como usuário do Ramal Japeri, já presenciei várias e várias vezes problemas com os trens. Começo achar mais vantajoso vir trabalhar de carro, apesar de encarar um engarrafamento monstruoso na Via Dutra aqui no Rio, do que vir de trem e ser chamado a atenção no trabalho devido o atraso do trem!

Um outro problema, e o intenso comércio dentro do trem. Vende-se de tudo... desde balas e biscoitos a remédios, cartões de memoria, pen-drive, roupas, material hospitalar, etc. A “manifestação religiosa” também não fica pra trás. Vem aquela pessoa de manhã cêdo falando (gritando) na sua cabeça. Mesmo que não queira ouvir, você se vê obrigado a ouvir. Eu que nunca gostei de usar fones de ouvidos agora sou obrigado a usá-lo.

Para acompanhar o que acontece com os trens, basta me seguir no twitter @interamil ou seguir @trensurbanosrj


Trem moderno TOP DE LINHA!




Uma viagem confortável, segundo a supervia!


Amilton Xavier Jr.
SoInforma.blogspot.com
soinforma@gmail.com

Supervia negocia linha de R$ 800 milhões com bancos - VALOR ECONÔMICO

Supervia negocia linha de R$ 800 milhões com bancos - VALOR ECONÔMICO:

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Vídeo - Trem para Santa Cruz circulando com porta aberta em 26/10/2011

Enviado pelo colaborador @PloHenri

Ontem, 26/10, por volta das 20:00h, a porta de um dos vagões do trem Santa Cruz se abriu em São Francisco Xavier e não se fechou mais. Foi até Bangu com a porta aberta. Ficou aproximadamente 50 minutos nesta situação. A sorte foi que o trem não estava lotado, pois deu para as pessoas se afastarem da porta. Alguns passageiros se aproveitaram que o trem também estava lento e com a porta completamente aberta, para descer e entrar do trem em movimento na Estação do Méier. Veja os vídeos abaixo:  


video



video

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Falta de informação - Sistema de intervalos médios na Supervia

A Supervia precisa colocar nos monitores da Central do Brasil e no website os horários do primeiro e último trem de cada Ramal que trabalha no sistema de intervalos médios.  

Muitos passageiros estão reclamando todos os dias, e com razão, e até o momento a Supervia está calada, nada fez até o presente momento.

Mensagens do tipo são postadas todos os dias no twitter:

- “O novo sistema de horários só vai ser bom quando for respeitado. A Supervia precisa colocar nas telas o horário de saída do último trem!”

- "Eu gostaria d saber o pq dests longos intervalos entre os trens. Só piorou a situação, pois os trens estão kda vez + cheios."

- "Não sei qual é o intervalo entre 1 direto e outro mas ficar 22 minutos em pé em Bangu é dose!"



Os novos trens chineses da Supervia

Reportagem do A Liga sobre Transporte Público no RJ

Programa A Liga sobre transporte público na íntegra exibido no dia 30 de agosto de 2011.

Proprietário do Conteúdo - TV Bandeirantes.

** Vídeo em alta definição:



Campanha para estimular uso de fone de ouvido nos trens da Supervia

Campanha da Supervia para uso de fones de ouvido nos trens. Nós também apoiamos!

Belford Roxo "quebrou" em Barros Filho

Enviado por @AndreMarcos

Trem que saiu de Belford Roxo às 08h26 avariou hoje por volta das 08h45 em Barros Filho.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Apesar dos problemas na Supervia, ainda dá pra rir um pouco!!!!!!

Enviado pelo Colaborador: @Paulo_Ricardopr

Passageiros passam sufoco em metrô lotado

Reprodução do site ODIA

A superlotação do metrô do RJ “está se tornando inviável”, reclama Damião Augusto Campos, que registrou o sufoco que passa no meio de transporte. “É uma loucura ver vigilantes empurrando o povo para dentro como se estivessem enlatando sardinha. Precisamos acabar com essa vergonha”.

Agetransp abre processo para averiguar descarrilamento de trem da Supervia

Acidente ocorreu hoje (24/10) por volta das 13h35 no Ramal Saracuruna, em Duque de Caxias. Segundo a SuperVia, passageiros desembarcaram com auxílio de agentes.

Bondes de Santa Teresa serão substituídos

Reprodução do Site ODIA

Companhia concluiu que ficará mais barato comprar veículos novos para Santa Teresa

POR CHRISTINA NASCIMENTO

Rio - Os bondes que vão circular no bairro de Santa Teresa, após o período de reestruturação do sistema, serão novos e não mais reformados, como previa o projeto inicial. O alto custo para recuperar os tradicionais bondinhos pesou na avaliação.


A troca dos trilhos existentes por bilabiados — para terrenos irregulares — também torna inviável a permanência do antigo modelo nas ruas do bairro. “O trilho bilabiado não é compatível com os bondinhos tradicionais de Santa Teresa. Ficar reformando os carros não adianta. Temos que trocar tudo. Não há possibilidade de ficar sempre remendando”, justificou o presidente da Central (Companhia Estadual de Engenharia de Transportes e Logística), Eduardo Macedo.

Segundo ele, há bondes que não têm nem condição de andar. “O sistema como um todo está destruído e oferece riscos a usuários, sem condição de funcionar”.

Para a compra dos novos tipos de trilhos, será feita licitação internacional, que pode durar até seis meses. A Alemanha é o país referência para a compra do produto.

Macedo não decidiu ainda o que será feito com os bondinhos velhos. Moradores de Santa Teresa chegaram a sugerir que os carros fossem colocados em pontos estratégicos do bairro para visitação. Os bondinhos estão sem funcionar desde o dia 27 de agosto, quando um acidente com um deles matou seis pessoas.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Peça que se soltou por problemas de estrutura em trem da Supervia


O último trem que saiu da estação Central do Brasil com destino a Santa Cruz apresentou um problema às 23h55 na quarta-feira (19/10/2011).

Relato de um passageiro:

"Ouvimos um barulho forte e, em seguida, acabou a luz e todos preocupados e assustados se jogaram no chão. Cabos começaram a bater na lataria do trem, aparentemente uma peça que sustentava esses cabos de energia se soltou. O maquinista foi diminuindo a velocidade até parar na estação Augusto Vasconcelos. Foi difícil sair do trem porque tinha muitos cabos no meio da passagem."


Peça ficou na plataforma da Estação de Augusto Vasconcelos.

Mendigos moram na estação de Tancredo Neves

A estação de Tancredo Neves, em Santa Cruz, onde há a cracolândia, também serve de habitação para os mendigos. Veja a imagem:


quinta-feira, 20 de outubro de 2011

"Camuflagem" dos atrasos na Supervia


Como todos já devem saber, a Supervia implementou o seu novo sistema de intervalos. Agora não há mais os horários fixos dos trens nos dias úteis nos ramais Deodoro, Santa Cruz e Japeri. Estratégia ótima para "camuflar" os constantes atrasos que ocorrem todos os dias, pois a Concessionária faz menção a "intervalo médio", ainda tem a palavra "médio" para que não tenhamos mais certeza nenhuma sobre os horários, para que os atrasos não fiquem mais explicitados.

Consultando o sistema de horários no site da Concessionária, não há como saber o horário do primeiro trem e nem do último de cada ramal que se encontra no sistema de intervalos médios. Brincadeira, não acham? Coitado do trabalhador que sai de madrugada de casa ou sai tarde do trabalho! Nem mais o horário ele sabe  com este novo sistema da Supervia.

A juíza Maria Paula Gouvea Galhardo, da 4ª Vara de Fazenda Pública, havia concedido uma liminar, numa ação movida pela Comissão de Defesa do Consumidor da Alerj, que determinava que a concessionária seria multada em R$ 20 mil por cada seis atrasos que fossem registrados por dia na circulação de trens. Após esta decisão a Supervia modificou o seu sistema de horários, por enquanto em alguns ramais, adotando o sistema de intervalo médio.

Consultando o ramal Japeri, tentamos verificar o horário do último trem, e o resultado é o que consta na imagem baixo, não há como saber o horário do último, somente a informação do intervalo, mas intervalo com referência a qual horário? A mesma falta de informação ocorre com os trens da parte da manhã.




É ou não é uma "camuflagem" dos atrasos? Tirem suas conclusões!

Problema com estrutura de trem deixa passageiros da Supervia assustados

Reprodução do site G1

O último trem que saiu da estação Central do Brasil com destino a Santa Cruz, no Rio de Janeiro, apresentou um problema às 23h55 desta quarta-feira (19). Ouvimos um barulho forte e, em seguida, acabou a luz e todos preocupados e assustados se jogaram no chão. Cabos começaram a bater na lataria do trem, aparentemente uma peça que sustentava esses cabos de energia se soltou. O maquinista foi diminuindo a velocidade até parar na estação Augusto Vasconcelos. Foi difícil sair do trem porque tinha muitos cabos no meio da passagem.
Nota da redação: a SuperVia informou ao G1 que às 23h46 da noite desta quarta-feira (19), foi identificado um problema operacional na rede aérea do ramal Santa Cruz. Um trem que seguia da Central do Brasil a Santa Cruz não pôde prosseguir viagem por causa de um engastalhamento de pantógrafo, ou seja, uma estrutura que fica em cima do trem e faz uma ligação com a rede aérea enroscou nos fios.
Segundo a SuperVia, os passageiros desembarcaram na estação Augusto Vasconcelos. Técnicos da concessionária trabalham para reparar o trecho danificado e, em virtude desta intervenção, os trens paradores de Campo Grande estão realizando partidas da estação Bangu (e no sentido contrário, partem da Central do Brasil finalizando viagens em Bangu). 


Goteiras em trens do Rio alagam vagões e passageiros ficam sem lugar para sentar

Reprodução do site R7



Atrasos, superlotação, falta de conforto, calor e tarifas caras são problemas crônicos do transporte coletivo do Rio de Janeiro, principalmente dos trens da SuperVia. Se não bastasse tudo isso, os passageiros também precisam suportas as goteiras, em dias de chuva. O R7 flagrou dezenas delas dentro de composições do ramal de Japeri (liga o centro do Rio à Baixada Fluminense).
É tanta água que os passageiros ficam sem lugar para sentar e alguns vagões chegam a ficar alagados. Para fugir da água e da lama que se forma, os usuários, sem escolha, se amontoam nos vagões secos, ficando ainda mais lotados.
Procurada pelo R7, a SuperVia informou através de nota que "o trem foi recolhido à oficina para reparos e que este tipo de manutenção é realizada periodicamente." Circulam diariamente nos trens da SuperVia 540 mil passageiros.
Modernização em 2013
Na terça-feira (18), o governo do Estado informou que, até 2013, vai modernizar 73 dos 160 trens de sua frota. A previsão é que a primeira composição reformada comece a circular em novembro.
De acordo com o governo, os trens ganharão novos sistemas mecânicos e hidráulicos e ar condicionado. O investimento inicial é de R$ 230 milhões, chegando a R$ 2,4 bilhões para modernizar todo o sistema ferroviário.
A Secretaria de Transportes prevê ainda a instalação de sinalizações, a reformulação de 98 estações e a compra de 90 composições.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Grito de alerta - Acessibilidade praticamente nula na Supervia, má condições dos trens...

Postagem feita pelo colaborador @WesleyMuller no seu myspace

"...Tudo começa quando vou pegar o trem da SuperVia, que de super nada tem. Fora do meu normal, fui pra estação de Guilherme da Silveira, lá, além dos atrasos que já deixaram, há tempos de ser surpresas, deparei-me com uma cena demasiado inusitada, revoltante e triste..."(CONTINUA)

Drama de um cadeirante na Supervia (14/10/2011)

O nosso colaborador Ricardo Silva gravou um vídeo de seu drama diário. No momento da filmagem ele estava na estação de Duque de Caxias em 14/10 (sexta-feira) por volta das 19:30h.

O Ricardo já aguardava os guardas da Supervia há algum tempo (aprox. 10 minutos) para ajudá-lo a subir as escadas, pois a acessibilidade na Supervia é praticamente inexistente.

3 Guardas e mais um amigo do Ricardo o carregaram preso a cadeira de rodas. Assista ao vídeo:

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Supervia - Vagões se soltaram - 04/10/2011

Uma composição no Sentido Santa Cruz partindo da Central do Brasil desprendeu o vagão e por pouco não causou um grave acidente.



EVENTO DO CAFÉ DA MANHÃ PROMOVIDO PELA SUPERVIA PARA OS TWITTEIROS

O Evento foi um explanação sobre futuras melhorias no serviço da Supervia. Foi realizado em 29/Set/2011 de 09:00 às 11:00h na Central do Brasil.

Postagens feitas por alguns dos nossos colaboradores com informações de como foi o evento. Seguem links para as publicações em seus respectivos blogs:

Clique AQUI para visualizar
Postagem feita por: @thaissa10

Clique AQUI para visualizar
Postagem feita por: @interamil

Clique AQUI para visualizar
Postagem feita por: @meripaixao

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Audiência da Com. de Transportes da Alerj - Investimentos da concessionária Supervia

A audiência pública da Comissão de Transportes da Alerj tem como objetivo a exposição dos projetos à serem implantados e os investimentos atuais e futuros da concessionária de transporte público, Supervia. (23/08/2011)